Campanha de vacinação outono-inverno

( Atualizado a 08/09/2022 )

3 minutos de leitura

Quando vai decorrer a campanha?

Esta campanha de vacinação outono-inverno 2022-2023 tem início no dia 7 de setembro e destina-se à vacinação contra a gripe e a COVID-19 de utentes e profissionais de estabelecimentos de respostas sociais, doentes e profissionais da rede de cuidados continuados integrados, profissionais do SNS e grávidas.

Sequencialmente, e até 17 de dezembro de 2022, serão integrados os outros grupos-alvo abrangidos pela vacinação gratuita, incluindo os cidadãos com idade igual ou superior a 65 anos.

Quem deve tomar a vacina da gripe?

A vacinação contra a gripe é fortemente recomendada para os seguintes grupos prioritários:

  • pessoas consideradas com alto risco de desenvolver complicações pós gripe:
    • pessoas com 65 anos ou mais, particularmente se residentes em lares de idosos ou outras instituições semelhantes
    • residentes ou internados por períodos prolongados em instituições prestadoras de cuidados de saúde, como por exemplo hospitais, desde que com idade superior a 6 meses
    • grávidas, independentemente do tempo de gestação
    • pessoas com mais de 6 meses de idade (incluindo mulheres a amamentar) e que apresentem doenças crónicas ou imunitárias
  • coabitantes e prestadores de cuidados de saúde de:
    • crianças cuja idade não permita a vacinação e que tenham risco elevado de complicações
    • pessoas consideradas de alto risco de desenvolver complicações pós gripe
  • saúde ocupacional
    • profissionais dos serviços de saúde e de outros serviços prestadores de cuidados
    • bombeiros
    • profissionais de infantários, creches e equiparados
    • profissionais dos estabelecimentos prisionais
  • pessoas incluídas nos seguintes contextos:
    • residentes em instituições, incluindo lares de idosos, lares de apoio, lares residenciais e centros de acolhimento temporário
    • utentes de serviço de apoio domiciliário
    • doentes na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI)
    • pessoas apoiadas no domicílio pelos serviços de apoio domiciliário (Segurança Social ou Misericórdias Portuguesas)
    • doentes apoiados no domicílio pelas equipas de enfermagem das unidades funcionais prestadoras de cuidados de saúde ou com apoio domiciliário dos hospitais do SNS
    • doentes internadas em unidades de saúde do SNS e apresentem doenças crónicas para as quais se recomenda a vacina
    • reclusos nos estabelecimentos prisionais

Recomenda-se ainda a vacinação das pessoas com idade entre os 60 e os 64 anos.

Posso tomar a vacina contra a COVID-19 ao mesmo tempo da vacina contra a gripe?

Sim. A vacina contra a COVID-19 pode ser juntamente com a vacina inativada contra a gripe. As vacinas devem ser administradas em locais anatómicos diferentes:

  • braço esquerdo: vacina contra a COVID-19
  • braço direito: vacina contra a gripe

Quem deve tomar a dose de reforço da COVID-19?

Atualmente, na campanha de vacinação contra a COVID-19 de outono-inverno 2022-23 está recomendada uma dose de reforço sazonal com vacinas de mRNA para os seguintes grupos elegíveis:

  • profissionais e residentes em lares (Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas), instituições similares, Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI), e estabelecimentos prisionais
  • pessoas com ≥ 60 anos de idade
  • pessoas com 18-59 anos e 12-17 anos com doenças de risco
  • profissionais dos serviços de saúde e de outros serviços prestadores de cuidados de saúde, estudantes em estágio clínico, e bombeiros envolvidos no transporte de doentes

As pessoas pertencentes aos grupos elegíveis para reforço sazonal que não tenham o esquema vacinal recomendado atualizado:

  • esquema vacinal primário incompleto: completam o esquema vacinal primário e efetuam uma dose de reforço
  • sem o(s) reforço(s) recomendados: efetuam apenas uma dose de reforço

O intervalo recomendado entre a dose de reforço sazonal e o evento mais recente (última dose de vacina ou diagnóstico de infeção por SARS-CoV-2) é de 4 – 6 meses (intervalo mínimo: 3 meses).

A dose de reforço sazonal deve ser preferencialmente da mesma marca que a dose anterior.

Como é feita a convocatória para a vacina da gripe e de reforço sazonal COVID-19?

O agendamento e convocatória das pessoas abrangidas pela vacinação gratuita será feito através:

  • envio de SMS automático, de forma centralizada, via 2424
  • agendamento local, pelas unidades de saúde, por contacto telefónico ou através de SMS, via 2424
  • carta, pelas unidades de saúde