Lagarta do pinheiro

Até ao final de abril existe um maior risco de alergia causada pela lagarta do pinheiro. Vigie as crianças quando brincam numa zona de pinhal.

A lagarta do pinheiro ou processionária é um inseto desfolhador dos pinheiros e cedros em Portugal. Dependendo das condições climatéricas, entre outros fatores, as lagartas descem dos pinheiros para o solo, geralmente entre janeiro e abril. As lagartas têm pelos que, em contacto com a pele, mucosas e olhos, são responsáveis por alergias em pessoas e animais.

Sinais e sintomas

Os sinais e sintomas resultam de uma reação alérgica cuja gravidade depende da intensidade da exposição e da sensibilidade individual:

  • reação urticariforme: irritação cutânea com prurido (comichão), ardor, eritema (pele vermelha) e edema (inchaço). As lesões cutâneas têm características maculopapulares (manchas e borbulhas avermelhadas) e podem ser acompanhadas de vesículas
  • irritação ocular: em tudo semelhante a uma conjuntivite com os olhos avermelhados, prurido e edema
  • a inalação dos pelos pode desencadear tosse e dispneia (dificuldade respiratória) de gravidade variável

Os sintomas podem surgir alguns minutos ou horas após o contacto e persistir por várias horas ou dias.

Como deve proceder

O tratamento depende da intensidade dos sintomas:

  • lave a pele e os olhos com água corrente
  • retire os pelos urticantes que possam ter ficado aderentes à pele (por exemplo com um adesivo)
  • retire o vestuário
  • tome um anti-histamínico (via oral)

Se entrar em contacto com os olhos

No caso de contacto por via ocular deve sempre ser observado por um oftalmologista.

Em caso de sintomas mais graves

Perante uma reação alérgica mais intensa deve ser feita uma observação no serviço de urgência. Se necessário, ligue 112.

Em qualquer um dos casos, deve contactar o Centro de Informação Antivenenos (CIAV) – 800 250 250.

Alergias em animais

Os animais também são sensíveis ao contacto com as lagartas, sendo o procedimento aconselhado idêntico ao acima descrito.

Será conveniente uma observação por um veterinário, particularmente no caso de cães e gatos.

Fonte: Centro de Informação Antivenenos (CIAV)

 

Feedback Sim

Feedback Não