Resumo de saúde na Europa

2 minutos de leitura

Posso decidir quem e quando acede aos meus dados pessoais?

No RSE | Área do Cidadão pode, a qualquer momento, autorizar ou retirar a autorização do seu Resumo Clínico para o acesso por profissionais de saúde estrangeiros. No entanto, não pode identificar exatamente um único profissional de saúde para aceder ao seu Resumo Clínico. Um dos âmbitos deste serviço de partilha de dados de saúde é a prestação de cuidados de saúde em situações de urgência, em que intervêm vários profissionais.

Necessito de acionar algum mecanismo ou de conceder alguma autorização para que nos outros países os profissionais tenham acesso aos meus dados?

Sim. Primeiro terá de se registar gratuitamente no RSE | Área do Cidadão. Uma vez registado e autenticado, deverá autorizar que o seu Resumo de Saúde possa ser consultado pelos profissionais de saúde noutros estados membros aderentes ao serviço. A gestão desta e outras autorizações encontra-se na opção “Informação Pessoal” e no submenu “Autorizações”.

A informação clínica do que me aconteceu noutro país também transita para o registo de saúde eletrónico em Portugal?

Não. Poderá fazer-se acompanhar da informação que foi registada para ser do conhecimento e transcrita pelo seu médico assistente. A informação não integrará o Resumo de Saúde, a menos que seja registada nas bases de dados dos sistemas de informação em Portugal.

Como cidadão, posso ter acesso ao meu resumo de saúde?

Sim. Acedendo ao RSE | Área do Cidadão através da Chave Móvel Digital ou do Cartão de Cidadão, poderá aceder e consultar o seu resumo de saúde.

Fonte: Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS)

Ver temas relacionados

Feedback Sim

Feedback Não