Ir para o conteúdo
Logótipo do Serviço Nacional de Saúde 24
|
Dieta sem glúten

Tenho doença celíaca. Quais os alimentos que posso comer?

Para facilitar as escolhas alimentares das pessoa com doença celíaca os alimentos podem ser agrupados da seguinte forma:

  • permitidos: pode consumir livremente, pois são naturalmente isentos de glúten
  • perigosos: leia atentamente o rótulo para confirmar a lista de ingredientes, pois podem conter glúten na sua composição
  • proibidos: não inclua na dieta, pois contêm glúten na sua composição, e substitua-os por outros alimentos equivalentes sem glúten

Quais são os alimentos permitidos?

Os alimentos permitidos são aqueles que podem ser consumidos livremente, pois são naturalmente isentos de glúten:

  • batata, arroz, amaranto, quinoa, milho, mandioca, tapioca, trigo sarraceno, alfarroba, araruta, sorgo
  • açúcar, mel, melaço, compotas e marmeladas caseiras
  • carne, pescado, ovos
  • hortofrutícolas e leguminosas (por exemplo, grão-de-bico, feijão, favas, lentilhas, soja), frutos oleaginosos (por exemplo, noz, pinhão, amêndoa, avelã) e sementes (por exemplo sésamo, girassol, linhaça, abóbora)
  • leite simples, iogurtes (naturais e aromas), queijo fresco, requeijão
  • azeite e óleos vegetais
  • sal, especiarias (por exemplo noz-moscada, pimenta em grão, cravinho) e ervas aromáticas (salsa, coentros, orégãos, estragão)
  • água, chá, infusões, café, café descafeinado em grão
  • vinho, vinho do porto, espumante, champanhe
  • fermento biológico fresco e seco
  • néctares e sumos de fruta naturais e gaseificados

Quais são os alimentos perigosos?

Existem alimentos que não devem ser consumidos pelas pessoas com doença celíaca. Os alimentos considerados perigosos são:

  • broa de milho
  • queijos industriais e iogurtes de pedaço e cremosos
  • leite achocolatado, maltado e aromatizado
  • carnes processadas: carne picada, salsichas, hambúrgueres e almôndegas
  • produtos pré-cozinhados, congelados, ultracongelados, enlatados, patés, produtos de charcutaria (por exemplo, fiambre, chouriço) e de soja
  • caldos de cozinha, caril, vinagre, polpa e tomate e molhos industriais (por exemplo, ketchup, maionese, mostarda, chutney)
  • natas, manteigas, margarinas e banhas industriais
  • batatas fritas de pacote com sabor e outros snacks salgados
  • gelados, frutas em caldas ou cristalizados
  • compotas de fruta comerciais e figos secos
  • sumos concentrados e instantâneos (em pó)
  • sobremesas instantâneas, gelatinas e chocolates
  • açúcar em pó (glacé) e fermento químico

Leia atentamente o rótulo dos alimentos para confirmar a lista de ingredientes, pois podem conter glúten na sua composição.

Quais são os alimentos proibidos?

Os alimentos proibidos são aqueles que não podem ser consumidos, pois contêm glúten na sua composição:

  • farinhas e amidos de trigo (como triticale, espelta, kamut), centeio, cevada, aveia e massas alimentícias
  • pão, produtos de pastelaria e confeitaria, bolachas e biscoitos
  • iogurtes com cereais
  • queijo creme e queijos comerciais de composição desconhecida
  • farinheira e alheira outros enchidos
  • pizzas, lasanha, cannellones e raviolis
  • salgados (por exemplo, rissóis, croquetes) e panados
  • delícias do mar e variantes
  • cerveja, malte e extrato de malte
  • compotas ou sumos industriais com espessantes desconhecidos
  • molho branco, molhos de comércio, sopa em cubo ou de pacote
  • sobremesa instantâneas, gelados comerciais de composição desconhecida
  • cereais de pequeno-almoço

Os doentes celíacos podem consumir grãos, farinhas e amidos?

Pode consumir grãos, farinhas e amidos, desde que não tenham glúten. Consulte a lista, utilizada como referência, para saber quais as opções seguras, não dispensando o aconselhamento especializado.

Grãos, farinhas e amidos – Sem glúten

  • amaranto
  • araruta
  • farinhas de leguminosas
  • trigo-sarraceno
  • milho (amido de milho, farelo de milho)
  • sementes de linhaça
  • millet
  • farinhas de frutos oleaginosos
  • fécula de batata, amido de batata
  • quinoa
  • arroz
  • farinha de soja
  • tapioca
  • teff

Grãos, farinhas e amidos – Com glúten

  • cevada
  • centeio
  • aveia
  • cuscuz
  • trigo
  • kamut
  • durum
  • einkorn
  • graham
  • seitan
  • semolina
  • espelta
  • triticale

Os produtos alimentares com trigo sarraceno, quinoa ou amaranto, são seguros?

Sim. Apesar do nome, o trigo sarraceno nada tem a ver com o trigo comum, e nem sequer é um cereal, sendo totalmente seguro.

O mesmo acontece com a quinoa e o amaranto, que também não têm glúten e podem ser consumidos sem qualquer problema, desde que não tenham sido alvo de contaminação cruzada durante a embalagem e/ou transporte. Verifique sempre o rótulo.

O que é a contaminação cruzada?

A contaminação cruzada define-se como a presença de partículas de glúten em alimentos, utensílios e superfícies originalmente isentas de glúten.

Posso considerar segura a informação transmitida pela indústria alimentar?

Nem sempre. Para uma pessoa que desconhece a doença e as suas implicações na saúde é difícil perceber quais as reais limitações do doente celíaco, e torna-se fácil considerar fiável um produto que, na realidade, não o é.

Muitas vezes, estas pessoas desconhecem os danos que a ingestão de uma pequena quantidade de glúten pode acarretar.

Porque devo ler com atenção os rótulos dos alimentos?

É muito importante verificar os rótulos dos produtos e, especialmente, a lista de ingredientes, para identificar aqueles que podem eventualmente prejudicar a saúde dos doentes celíacos. A legislação portuguesa obriga a que todos os produtos embalados indiquem a sua composição. Por segurança, verifique sempre.

O que devo ter em conta na lista de ingredientes de um rótulo?

Antes de comprar um produto, leia atentamente a lista de ingredientes dos rótulos dos alimentos. Consulte a lista seguinte para saber quais são os ingredientes permitidos e os ingredientes proibidos.

Ingredientes permitidos 

  • glicose, xarope de glicose
  • dextrina, dextrose
  • maltodextrina, dextrina de malte
  • sorbitol, maltitol e lecitina soja
  • goma xantana, goma guar e inulina
  • levedura
  • aditivos E-xxx, exceto o grupo do E-14xx

Ingredientes proibidos

  • trigo, centeio, cevada e aveia e seus amidos
  • cereais
  • amido ou amido modificados
  • proteína vegetal
  • fibras alimentares
  • proteína hidrolisada do trigo
  • malte, extrato e xarope de malte
  • aditivo do grupo E-14xx

Quais os cuidados que devo ter para evitar a ingestão acidental do glúten?

Para evitar a exposição acidental ao glúten, recomenda-se que:

  • não utilize a mesma esponja para lavar a louça com e sem glúten (as esponjas podem reter farelos de pães e biscoitos)
  • tenha cuidado com migalhas que podem cair sobre alimentos sem glúten
  • não coloque o pão de um celíaco na mesma torradeira ou tostadeira em que coloca o pão comum. As migalhas podem contaminar o pão sem glúten
  • não misture os talheres para servir alimentos com e sem glúten
  • lave bem os recipientes onde são guardados os alimentos sem glúten, caso anteriormente tenham acondicionado alimentos com glúten
  • prepare primeiro os alimentos sem glúten, caso não tenha possibilidade de fazer a mesma refeição isenta de glúten para toda a família
  • nunca use o óleo onde se fritou alimentos com farinhas com glúten, para preparar alimentos sem glúten
  • não coma pão ou qualquer outro produto fabricado nas padarias comuns, mesmo não tendo glúten nos seus ingredientes, o pão pode estar contaminado
  • por segurança, evitar comprar os alimentos a granel (podem ter sofrido contaminação cruzada) e todos aqueles que não contêm lista de ingredientes

Nos cafés e restaurantes:

  • tenha atenção ao consumo de alimentos fritos, pelos cuidados acrescidos com o óleo
  • opte por alimentos mais simples e sem molhos, como saladas, arroz e carnes grelhadas
  • explique a sua condição de celíaco, reforçando a ideia de que se trata de uma “alergia” alimentar grave
  • evite tomar café onde a marca do produto não é conhecida, pois o pó do café pode estar misturado com cevada

Quando viajar, se possível:

  • leve consigo alguns alimentos isentos de glúten
  • aquando da reserva da viagem com a agência ou companhia aérea, solicite previamente uma refeição sem glúten
  • se reservar hotel reforce a sua necessidade de fazer refeições sem glúten

O meu filho tem doença celíaca. O que posso fazer para o ajudar?

Para ajudar a criança ou adolescente a sentir-se confiante, segura e evitar a sua discriminação ou autoexclusão/isolamento, deve:

  • ensinar a criança a compreender as particularidades da doença, para que se sinta capaz de explicar a outras pessoas, sempre que necessário, as suas restrições:
    • ensine o nome da doença
    • explique o que significa
    • reforce que as pessoas que têm a doença celíaca não podem comer glúten
  • salientar que o glúten está nos alimentos que têm trigo, cevada, centeio e aveia
  • identificar os alimentos que pode ou não pode comer
  • informar e esclarecer a comunidade escolar sobre a doença e o tipo de alimentação que se deve seguir, de forma que a dieta seja cumprida corretamente, incluindo com o que brinca, para evitar a exposição ao glúten: massas para modelagem, receitas caseiras de tintas, giz escolar
  • comunicar a situação de forma discreta, o que não deve comer, no caso de festas em casa de amigos, saídas de convívio e situações semelhantes, entre amigos ou familiares, para não envergonhar a criança
  • incentivar a manter uma alimentação saudável, variada, nutricionalmente equilibrada e, sobretudo saborosa e adaptada aos gosto e cultura familiar do celíaco

Algumas orientações que podem ser úteis:

  • “se comeres glúten, mesmo que seja só um bocadinho, vai fazer-te mal”
  • “se te oferecerem algo que sabes que não podes comer, diz: não, obrigado”
  • “se não tens a certeza se podes comer um determinado alimento, não comas”
  • “não te preocupes, nós vamos ajudar-te”

Os medicamentos podem conter glúten?

Sim. Os medicamentos podem apresentar glúten na sua composição, sendo obrigatório vir especificado na bula. Se verificar a existência num medicamento que tem de tomar, informa-se junto do médico e/ou farmacêutico de alternativas.

Que cuidados devo ter com os produtos de higiene e limpeza?

Os produtos de higiene e de beleza podem conter vestígios de glúten, e por isso aconselha-se a leitura do rótulo dos champôs, sabonetes, cremes hidratantes e também de produtos de maquilhagem.

No entanto, nestes casos só será nocivo para o doente se ingerir (acidentalmente) estes produtos, ou se o celíaco apresentar sensibilidade cutânea ao glúten. Caso contrário, o contacto do glúten com a pele não provoca qualquer problema.

As hóstias podem conter glúten?

A hóstia distribuída na eucaristia é uma fonte de glúten. No entanto, já são fabricadas hóstias sem glúten.

Guardar:
Esta informação foi útil?
This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Assuntos relacionados