Desconfinamento nas igrejas e locais de culto

2 minutos de leitura

Porque são necessárias regras para as igrejas e locais de culto ?

Devido a interação social e proximidade entre membros da comunidade há um risco aumentado de propagação do vírus. Para além disso, estes locais têm elevada frequência de pessoas pertencentes a grupo de risco, nomeadamente pessoas com mais de 65 anos e com comorbilidades.

Quais as medidas que as instituições devem adotar?

Para evitar ou limitar a transmissão do vírus as instituições devem adotar as seguintes medidas:

  • elaborar um plano de contingência
  • limitar ou adiar as celebrações quando não for possível cumprir as orientações
  • remover ou proibir o toque de objetos ou substâncias do local de culto, nomeadamente água benta e outros símbolos
  • adaptar a sinalização para os lugares que podem ser ocupados
  • limitar o acesso a visitas coletivas
  • divulgar e incentivar a adoção das medidas de prevenção
  • disponibilizar um dispensador de solução à base de álcool
  • promover o arejamento do local de culto
  • aumentar a frequência da higienização dos espaços comuns

Existem cuidados específicos durante as celebrações?

Sim. Durante a celebração, as instituições devem implementar as seguintes medidas de prevenção da infeção:

  • evitar aglomeração de pessoas durante a celebração
  • criar e identificar circuitos de circulação
  • abreviar as celebrações
  • deixar as portas do local de culto abertas para evitar o toque nos puxadores ou maçanetas
  • garantir o cumprimento das medidas adequadas de distanciamento e higienização
  • promover o arejamento do local de culto
  • aconselhar pessoas com fatores de risco a assistirem às celebrações através de meios alternativos

Quais as regras que devo ter em atenção?

Durante a utilização dos locais de culto e religiosos deve:

  • usar máscara facial sempre que adequado
  • substituir momentos que envolvem contacto físico por outro tipo de saudação
  • evitar a partilha de objetos
  • evitar os momentos ou refeições de convívio antes e após o culto
  • se apresentar sinais ou sintomas sugestivos de COVID-19 não deve frequentar os locais de culto
  • se faz parte de um grupo de risco evitar frequentar as celebrações em que se preveja um maior número de pessoas

Fonte: Direção-Geral da Saúde (DGS)

Ver temas relacionados

Feedback Sim

Feedback Não