Equipamentos de proteção

5 minutos de leitura

O que é um equipamento de proteção individual?

O equipamento de proteção individual (EPI) refere-se a qualquer equipamento usado como barreira protetora, com o objetivo de proteger as mucosas, a pele e a roupa do contacto com agentes infeciosos, neste caso do vírus.

Alguns dos equipamentos que podem ser usados para proteção individual são as máscaras, as luvas ou as viseiras. Estes equipamentos devem ser utilizados conforme a atividade desempenhada e/ou o risco de exposição à COVID-19.

Em que situações é obrigatório usar máscara?

É obrigatório o uso de máscara quando:

  • entra em espaços interiores fechados com várias pessoas como:
    • estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços
    • serviços e edifícios de atendimento ao público
    • estabelecimentos de ensino e creches
  • utiliza os transportes públicos
  • circula ou permaneça nos espaços e vias públicas e que o distanciamento físico não seja possível de ser cumprido. Esta regra aplica-se a pessoas com idade a partir dos 10 anos

Até quando está em vigor a obrigatoriedade do uso da máscara na via pública?

A obrigatoriedade está em vigor a partir do dia 28 de outubro de 2020 até 5 de janeiro de 2021 (70 dias). Nessa altura será avaliada a necessidade da sua renovação.

Esta regra também se aplica às ilhas da Madeira e Açores?

Sim. O uso obrigatório da máscara por pessoas com idade a partir dos 10 anos para o acesso, circulação ou permanência nos espaços e vias públicas aplica-se nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, com as devidas adaptações, atendendo às especificidades regionais.

Quem vai fiscalizar esta medida?

A fiscalização compete às forças de segurança e às polícias municipais, que prioritariamente têm uma função de sensibilização e pedagogia para a importância da utilização de máscara em espaços e vias públicas, quando não seja possível manter a distância social.

O incumprimento desta medida prevê o pagamento de uma coima que pode ir de:

  • 100 a 500 euros para pessoas individuais
  • 10.000 euros para pessoas coletivas

Porque devo utilizar máscara?

A utilização de máscara permite que o utilizador proteja as pessoas que o rodeiam e o ambiente. Contudo, a utilização da máscara só é efetiva se for combinada com as outras medidas de prevenção, como:

Quais os tipos de máscara que existem?

Existem três tipos de máscaras:

  • respiradores – um equipamento de proteção individual destinado aos profissionais de saúde
  • máscaras cirúrgicas – um dispositivo que previne a transmissão de agentes infeciosos das pessoas que utilizam a máscara para as restantes
  • máscaras não-cirúrgicas, comunitárias ou de uso social – dispositivos de diferentes materiais têxteis, destinados à população geral

Que tipo de máscara devo usar?

A população geral pode utilizar as máscaras comunitárias ou de uso social (não cirúrgicas), privilegiando as que têm o selo de “Máscaras COVID-19 Aprovado”. Deverá seguir as instruções de uso, conservação e desinfeção que constam no folheto informativo.

Selo máscaras certificadas
Imagem exemplificativa do selo de aprovação

Esta certificação resultou de um grupo de peritos com competências técnicas em diversas áreas, incluindo também a Direção-Geral da Saúde, o INFARMED, a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) e o Instituto Português da Qualidade, entre outros. O CITEVE (Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário) disponibiliza uma lista de empresas fabricantes de máscaras certificadas.

Quem deve utilizar os respiradores?

Os respiradores estão indicados para:

  • profissionais de saúde
  • outros profissionais a quem, segundo o risco ocupacional, esteja recomendado

Quem deve utilizar as máscaras cirúrgicas?

A máscara cirúrgica está indicada para:

  • todas as pessoas que permaneçam em:
    • espaços e estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços
    • serviços e edifícios de atendimento ao público
    • estabelecimentos de ensino e creches pelos funcionários docentes e não docentes e pelos alunos maiores de seis anos
    • transportes coletivos de passageiros
  • profissionais de saúde
  • pessoas com COVID-19
  • pessoas com sintomas de infeção respiratória como febre, tosse ou dificuldade respiratória
  • cuidadores de pessoas com COVID-19
  • pessoas no interior de instituições de saúde
  • pessoas com estados de imunossupressão
  • pessoas com doenças crónicas
  • idosos (mais de 65 anos de idade)
  • profissionais com elevado risco de exposição em algumas tarefas da sua atividade

Qual a correta utilização da máscara?

Sempre que utilizar máscara tenha em atenção os seguintes passos:

  1. Higienize as mãos, com água e sabão ou com uma solução à base de álcool, antes de colocar a máscara
  2. Verifique qual o lado a colocar voltado para a cara (por exemplo nas máscaras cirúrgicas deve colocar com o lado branco [face interna] virado para a cara, e o lado com outra cor [face externa] virado para fora)
  3. Prenda-a à cabeça com os atilhos, dando um laço em cada um, ou com os elásticos, sem os cruzar
  4. Ajuste a banda flexível na cana do nariz, garantindo que a boca, nariz e queixo estão cobertos
  5. Certifique-se que a máscara está bem ajustada à face
  6. Evite tocar na máscara enquanto a tiver colocada. Se tocar, higienize as mãos
  7. Não deve retirar a máscara para falar, tossir ou espirrar
  8. Substitua a máscara por uma nova, se esta estiver húmida, higienizando as mãos entre as duas tarefas. Idealmente não deve usar a máscara durante mais de 4 horas seguidas
  9. Retire a máscara, segurando nos atilhos ou elásticos, a partir da parte de trás (não toque na frente da máscara)
  10. Descarte-a de imediato num caixote do lixo
  11. Higienize as mãos, após retirar a máscara

Quando é que devo usar luvas?

A utilização de luvas na comunidade não está recomendada. A sua utilização incorreta pode aumentar o risco de transmissão. Por isso as luvas podem ser usadas para:

  • manipulação de alimentos
  • lavagem de roupa
  • limpeza de casas de banho ou de outras superfícies com lixívia ou outros desinfetantes

No caso de ser cuidador de um doente com COVID-19 ou profissional de saúde deve usar luvas ao executar procedimentos que envolvam contacto direto com a pele, mucosas ou fluídos corporais.

Qual a forma correta de utilizar as luvas?

Sempre que utilizar luvas deve colocá-las e removê-las de forma adequada:

  1. Higienize as mãos, com água e sabão ou com uma solução à base de álcool, antes de colocar as luvas e seque-as bem
  2. Retire a 1ª luva da caixa original pela região do pulso, evitando tocar noutras partes
  3. Coloque a 1ª luva, ajustada à mão, puxando pela região do pulso
  4. Retire a 2ª luva, segurando-a pela região do pulso
  5. Coloque a 2ª luva agarrando-a pela parte externa da região do pulso, de forma a evitar tocar no braço
  6. Depois de colocadas as luvas, deve evitar tocar em superfícies desnecessariamente (as luvas são colocadas para desempenhar uma tarefa e, descartadas logo após a realização da mesma)

 

Fonte: Direção-Geral da Saúde (DGS)

Ver temas relacionados

Feedback Sim

Feedback Não