Ir para o conteúdo
alertAVISO|Vacina COVID-19|

As pessoas com mais de 60 anos já podem fazer o reforço sazonal de outono da vacina COVID-19, na modalidade de Casa Aberta.

|Ver mais

Doenças infecciosas

Doença dos legionários

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no Linkedin
( Atualizado a 12/09/2022 )
3 minutos de leitura

O que é doença dos legionários?

A doença dos legionários, comumente conhecida como Legionella, é uma forma de pneumonia causada pela bactéria Legionella pneumophila e outras espécies da bactéria. A doença desenvolve-se habitualmente 2 a 10 dias após a exposição à água ou solo contaminado.

Como se transmite a bactéria?

As pessoas são infetadas quando respiram aerossóis contaminados com a bactéria, ou seja, através da inalação da bactéria Legionella presente em aerossóis formados por partículas finas de água.

A doença pode ser contraída ao beber água?

Não. A Legionella não entra no organismo através da ingestão de água, mas sim da respiração de aerossóis (em forma de gotículas de água) contaminados com a bactéria.

Posso ser infetado por uma pessoa que tenha a doença?

Há apenas um caso descrito na literatura de possível transmissão de pessoa para pessoa.

Qual é o período de incubação?

O período de incubação é de 5 a 6 dias após a infeção, podendo ir até aos 14 dias.

Quais são os principais sintomas da doença?

Os sintomas são semelhantes a uma gripe e podem incluir:

  • dor de cabeça
  • tosse
  • febre
  • fadiga
  • falta de ar
  • dores musculares
  • diarreia
  • dor abdominal

Como é diagnosticada a infeção por Legionella?

A infeção por Legionella é diagnosticada através da identificação de sintomas e realização de exames laboratoriais.

Onde pode ser encontrada a bactéria Legionella?

É possível encontrar esta bactéria em circuitos de água, nomeadamente em locais de formação de aerossóis, como:

  • torneiras ou chuveiros
  • fontes ornamentais
  • sistemas de rega
  • banhos turcos, jacuzzis e saunas
  • torres de arrefecimento de sistemas de ar condicionado
  • equipamentos de humidificação

Que condições são favoráveis à multiplicação da bactéria?

A multiplicação da bactéria da Legionella é mais comum em circuitos de água como:

  • depósitos / cisternas de água quente e fria
  • água quente entre 25°C e 42°C
  • canalizações de água com fluxo reduzido ou nulo
  • lodos (biofilme) e sujidade em tubagens que alimentam chuveiros e torneiras e nas
  • superfícies internas de depósitos
  • borracha e fibras naturais presentes em anilhas e vedações
  • cisternas (termoacumuladores) e depósitos de armazenamento de água quente
  • incrustações em tubagens, chuveiros e torneiras

Quais são as complicações da infeção por Legionella?

As complicações mais graves da infeção por Legionella podem incluir:

  • insuficiência respiratória
  • abcessos pulmonares
  • infeção generalizada e danos noutros órgãos, para além dos pulmões
  • meningite
  • morte

Quem tem maior risco de desenvolver complicações?

O risco de complicações aumenta em:

É possível prevenir a infeção por Legionella?

Sim. Para prevenir a doença é essencial reduzir o risco de infeção da bactéria Legionella, nomeadamente, através da vigilância e manutenção das instalações e equipamentos que utilizem água onde a bactéria Legionella se pode desenvolver.

Qual é o tratamento para a doença?

A infeção por Legionella é tratada com medicamentos.

 

Fonte: Direção-Geral da Saúde (DGS)

Guardar:
Esta informação foi útil?