Ir para o conteúdo
alertAVISO|Vacina COVID-19|

As pessoas com mais de 60 anos já podem fazer o reforço sazonal de outono da vacina COVID-19, na modalidade de Casa Aberta.

|Ver mais

Doenças infecciosas

Mononucleose infecciosa

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no Linkedin
( Atualizado a 30/11/2022 )
< 1 minutos de leitura

O que é?

A mononucleose infecciosa é uma infeção viral causada pelo vírus Epstein-Barr. Este vírus encontra-se na saliva e na secreção nasal. A doença afeta sobretudo crianças e jovens.

A mononucleose pode assemelhar-se a outras infeções que atingem a garganta e que podem ser tratadas com antibióticos, como as amigdalites.

Quais são os sintomas?

A mononucleose infecciosa pode causar:

  • febre
  • dor de garganta
  • amigdalite
  • dor de cabeça
  • aparecimento de gânglios no pescoço
  • cansaço

Por vezes, esta doença pode provocar também o aumento de tamanho do fígado e baço.

Quanto tempo pode durar?

A mononucleose pode durar entre 1 e 4 semanas.

Como se transmite?

Esta doença transmite-se de pessoa para pessoa através da tosse e do beijo, pelo que também é conhecida como Doença do Beijo.

Como prevenir?

A principal medida de prevenção passa por evitar beijar a pessoa infetada. Não é necessário o isolamento das pessoas doentes para evitar o contágio.

Como se trata?

A mononucleose é uma infeção que deve seguir o seu curso até à cura, que acontece ao fim de 2 a 3 semanas.

Não há nenhum medicamento para o tratamento da doença, mas pode tomar paracetamol ou ibuprofeno para melhorar os sintomas que esta infeção produz. Os antibióticos não são úteis, já que esta é uma infeção produzida por vírus.

Deve repousar e evitar fazer desporto.

Fonte: Direção-Geral da Saúde (DGS)

Guardar:
Esta informação foi útil?

Assuntos Relacionados

Saiba mais Varicela
Saiba mais
Varicela
Saiba mais Rubéola
Saiba mais
Rubéola
Saiba mais Escarlatina
Saiba mais
Escarlatina
Saiba mais Eritema infeccioso
Saiba mais
Eritema infeccioso