Síndrome mão-pé-boca

1 minuto de leitura

O que é?

A síndrome mão-pé-boca é uma doença infecciosa comum que ocorre na maior parte dos casos em crianças, podendo também afetar adolescentes e ocasionalmente adultos. É uma infeção contagiosa provocada habitualmente pelo vírus Coxsackie. Na maior parte dos casos, a doença é ligeira e pode melhorar com o tempo. O tratamento é dirigido aos sintomas.

Quais são os sintomas?

A infeção surge com dor de garganta, febre (38º C) durante 1-2 dias, mal-estar e perda de apetite.

Mais tarde, 1-2 dias depois, aparecem ulcerações dolorosas na língua e parte interna dos lábios e bochechas. De seguida aparecem vesículas (pequenas bolhas) dolorosas nas palmas das mãos e nas solas dos pés.

Não se devem rebentar estas vesículas, que acabam por desaparecer sozinhas em 7-10 dias.

Como se transmite?

A transmissão faz-se por contacto com:

  • secreções das vias respiratórias
  • secreções das feridas das mãos
  • contacto com fezes dos doentes infetados

Qual é o período de contágio?

A fase de contágio da síndrome mão-pé-boca é durante a primeira semana de doença. Porém, mesmo após a cura, a pessoa pode continuar a eliminar o vírus pelas fezes, o que o mantém contagioso durante dias ou até semanas depois dos sintomas terem desaparecido.

Qual é o período de incubação?

O período de incubação é de 3 a 6 dias.

Fonte: DGS (adaptado)

Ver temas relacionados

Feedback Sim

Feedback Não