Rastreio e Diagnóstico do VIH

3 minutos de leitura

Posso ter estado exposto ao VIH. O que devo fazer?

A única forma de saber se está infetado com o vírus é fazer o teste ao VIH. Imediatamente após a infeção do VIH, o indivíduo pode ter sintomas semelhantes à gripe. Contudo, o VIH não é diagnosticado com base nos sintomas, pelo que a realização do teste é a única forma de saber se está infetado pelo vírus.

Qual o período de incubação?

O período de incubação corresponde ao tempo compreendido entre a infeção pelo VIH e o aparecimento de sinais e sintomas. Este intervalo de tempo pode variar.

O que é um teste ao VIH?

O teste mais comum ao VIH é o teste de rastreio que pesquisa os anticorpos ao vírus. Os anticorpos do VIH são uma espécie de proteína que o organismo produz em resposta à infeção VIH. Este teste verifica a existência de anticorpos ao VIH no sangue do indivíduo.

Pode ser feito com sangue extraído de uma veia ou através de uma picada no dedo. A realização do teste não exige qualquer preparação e não é preciso estar em jejum para o fazer.

Onde posso fazer o teste ao VIH?

  • No seu centro de saúde com uma requisição médica;
  • Num Centro de Aconselhamento e Deteção Precoce do VIH (CAD);
  • Numa organização não-governamental ou organização de base comunitária;
  • Numa farmácia ou num laboratório de patologia clínica/análises clínicas;

Qual a diferença entre VIH-1 e VIH-2?

O vírus da imunodeficiência humana é classificado em dois tipos principais, VIH-1 e VIH-2, sendo o primeiro mundialmente mais predominante. O VIH-1 é mais célere na destruição do sistema imunitário, transmite-se mais facilmente e responde melhor e de uma forma mais previsível aos medicamentos antirretrovirais, quando comparado ao VIH-2.

Qual a diferença entre um teste de 3º geração e um de 4º geração?

Um teste de 3ª geração pesquisa os anticorpos anti-VIH1 e anti-VIH2. Um teste de 4ª geração pesquisa, para além dos anticorpos anti-VIH1 e anti-VIH2, o antigénio p24. Quando uma pessoa é infetada, antes que o seu corpo produza anticorpos contra o vírus, apresenta níveis elevados de antigénio p24 no sangue. Um teste de 4.ª geração pode detetar o antigénio p24, a partir de 11 dias a 1 mês após a infeção.

De qualquer modo, um resultado reativo a partir de um teste de 3.ª e de 4.ª geração por si, não permite estabelecer um diagnóstico de infeção.

O que significa um resultado reativo?

Um teste de pesquisa de anticorpos com um resultado reativo significa que foram encontrados anticorpos anti-VIH1 e anti-VIH2 e/ou o antigénio p24. Este resultado pode significar que está infetado.

Se o resultado for reativo, será referenciado para uma consulta num hospital à sua escolha onde será feito um teste confirmatório e, caso se confirme a infeção, iniciará tratamento.

A deteção precoce da infeção permite a adoção de práticas que impedem a transmissão da infeção. Este aspeto é de grande importância, uma vez que imediatamente após a infeção, o nível de VIH no organismo é muito elevado, potenciando o risco de transmissão. O início precoce do tratamento para a infeção deve também ser ponderado.

O que significa um resultado não reativo?

Se o resultado for «não reativo», significa que não está infetado. Contudo, se tiver tido um comportamento de risco recente e o teste ter sido realizado dentro do período de janela imunológica, poderá ser necessário repetir o teste passadas algumas semanas.

O que significa a janela imunológica?

Janela imunológica é o termo que define o tempo que decorre entre a infeção e o aparecimento de anticorpos ao VIH detetáveis.

De um modo geral, desde o momento da infeção, o corpo demora cerca de 3 meses a produzir anticorpos suficientes para serem detetados por um teste aos anticorpos do VIH.

Existe uma vacina contra o VIH?

Atualmente não existe nenhuma vacina contra o VIH. O cumprimento de medidas de proteção continua a ser única forma de proteção contra a infeção pelo VIH.

 

Fonte: DGS (adaptado)

Ver temas relacionados

Feedback Sim

Feedback Não